Agencia de publicidade, agencia de comunicação, agencia de propaganda, agencia de marketing, marketing digital, agencia web, relações publicas, assessoria de marketing, logotipia, folder, flyer, outdoor, ativação marketing digital, social media, redes sociais, mídias sociais, facebook, twitter, instagram, snapchat, linkedin, max calhao, caxias do sul, farroupilha, flores da cunha, são marcos, bento goncalves, porto alegre, florianopolis, itajai, balneário camboriu, joinville, são jose, palhoça, passo fundo.

10 produtos do Google que fracassaram

Esse artigo é muito interessante porque

acreditamos que se aprende muito

mais com os erros do que com os acertos!

1. Google Glass

Anunciado em 2012, o Google Glass foi apresentado como um divisor de águas no mercado da tecnologia. No entanto, o aparelho acabou não fazendo o sucesso esperado. Além do alto preço, o Glass apresentou problemas de privacidade potenciais, problemas de software e algumas reclamações a respeito de seu design. Em 2015, a empresa anunciou o encerramento das vendas ao consumidor, mas o dispostivo continua a ser vendido para empresas. O Google afirma ainda que está trabalhando em uma nova versão.

2. Google play phone

Anunciado em 2014, a edição Google Play Phone saiu do mercado em janeiro de 2015, com um aviso de que o produto não estava mais disponível para a venda. Uma edição do Galaxy S5 semelhante, na época um dos rumores que envolviam a empresa, nunca saiu do papel.

3. Google Wave

Projetado para permitir que as pessoas enviassem mensagens entre si e editassem documentos em conjunto, o Google Wave acabou se mostrando um produto confuso, o que contribuiu para seu fracasso um ano depois de seu lançamento.

4. Google video

O Google Video foi um serviço de streaming de vídeo do próprio Google, lançado antes de a empresa comprar o YouTube, em 2006. O Google Video parou de aceitar novos uploads em 2009, mas ele coexistiu até agosto de 2012 com o YouTube.

5. Orkut

Mais famoso da lista, o Orkut foi uma das primeiras redes sociais de impacto. O site, que fez muito sucesso aqui no Brasil, acabou sendo ofuscado pelo Facebook e em setembro de 2014, o Google decidiu encerrá-lo. Vale notar que embora a rede social tenha sido muito popular por aqui, o Orkut nunca conseguiu se provar em mercados mais maduros como EUA e Europa.

6. iGoogle

Com um nome pouco comum, o iGoogle, uma página inicial personalizada, foi encerrado em 2013, 8 anos depois de seu lançamento. Ele permitia aos usuários personalizar a página inicial com widgets. O Google percebeu que a ferramenta não era mais necessária, já que os apps poderiam rodar no Chrome e no Android.

7. Nexus Q 

O Nexus Q era um player de mídia projetado para conectar todos os dispositivos da casa. Anunciado em 2012 como um grande produto, o aparelho de US$ 299 sofreu tantas críticas de blogs e sites de tecnologia que o Google resolveu encerrar o produto antes de ele chegar ao consumidor.

8. Google X

O Google X, uma interface alternativa para o motor de busca do Google, durou exatamente um dia. O Google X foi rapidamente tirado do ar em 16 de março de 2005, e hoje, o nome foi reaproveitado na divisão de pesquisas do Google.

9. Google Answers 

O Google Answers foi uma ideia de Larry Page, mas acabou não dando certo e foi encerrado quatro anos depois de seu lançamento, parando de aceitar perguntas dos usuários.

10. Lively

O Lively era uma espécie de mundo virtual do Google e só durou um pouco mais de um ano. Na época de seu lançamento, a empresa afirmou que “queria que os usuários fossem capaz de interagir com os amigos e se expressar online de novas maneiras”. O serviço nunca fez sucesso e foi encerrado em 2008.

Fonte: BusinessInsider